SEMANA DOS OBJETOS DE ARTE.

             OURIVESARIA - CIBÓRIO DO MESTRE ALPIS ( c. 1200)

Uma das mais célebres criações dos esmaltadores de uma  histórica região da França - Limoges.
Técnica e estilo comprovam que esse Cibório, uma das obras dos anos 1200, é uma peça exemplar une o início da arte gótica aos vertígios da arte romana.

Fonte : Museu do Louvre



Jarra  " a Reticello" ( século XVI)
Por ser um processo complicado e muito elaborado, levou uns dez anos  e a colaboração de outros vidreiros da ilha para que o "Vetro a Reticello", isto é, vidro parecendo renda muito fina fosse aperfeiçoado, passou então a ser objeto dos desejos dos ricos que podiam enfeitar suas mesas com peças que pareciam teias rendadas.

Acervo: Museu do vidro - Veneza.

Ourivesaria - Copo (meados século XVII)

Essa peça consta tendo sido ofertada pela rainha Ana de Áustria, mulher de Luís XIII e mãe ( e regente) de Luís XIV ( 1601 - 1666) a uma de suas damas de companhia. É uma das raras peças que sobraram da baixela real em ouro dos soberanos do século XVII.
Fonte - Museu do Louvre.


Ourivesaria - A Águia de Suger ( 1147)

Nunca se soube por qual motivo Suger mandou montar o vaso em forma de águia, pela espantosa naturalidade da cabeça da águia e a estilização de sua plumagem, a jarra anuncia, de certo modo o início da arte gótica.
Suger acreditava que a contemplação de bens precioso transcendia a alma humana e a aproximava de Deus.

Fonte: Musée Louvre.

Fonte de pesquisa; Blog do Noblat - excelênte!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Iluminismo: causas e características

Raça e Progresso - Franz Boas

Arte e Romantismo na Revolução Industrial