Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2011

loreena mckennitt - mummers dance

Imagem

Loreena McKennitt - Dante's Prayer

Imagem

III SEMINÁRIO SOBRE A CULTURA GRECO ROMANA.

III SEMINÁRIO SOBRE A CULTURA GRECO ROMANA.
Introdução e aspectos gerais - Maria das Graças Mitologia e Democracia - Paula Fracinette Esporte e Religião - Fernando Filosofia e Literatura - Elias Artes Plástica e Teatro - Alaila Resende
Dia - 06/08/2011 IESP - João Pessoa - Pb

Grécia Antiga: Aspectos Culturais Parte 1

Imagem

GRANDES ENCONTROS QUE MARCARAM A HISTÓRIA DA MÚSICA.

Como samba-canção e muitas das músicas da metade do século XX, o classifiquem como música "brega". Bem, cada música a seu tempo, e não se pode negar o ritimo gostoso do bolero, sendo umas das melhores formas  para se dançar agarradinho.
A Literatura diz que o ritimo foi derivado do danzon e da habanera, que aparecem no folclore cubano no século XX. Seu sucesso maior ocorreu entre as décadas de 30 e 50 do século XX, época esta em que predominavam na  Ámerica Latina ditaduras, e quando ocorreu a II Grande Guerra na Europa. E entre os expoentes do ritimo, podemos citar; Agustin Lara, Trio Los Panchos, Luiz Miguel, Beny Moré, Célia Cruz, José Feliciano, Nat King Cole, Linda Ronstadt, Glória Estefan, Agostinho dos Santos, Altemar Dutra, Simone...todos em suas nacionalidades e estilos próprios de fascinar com suas interpretações. Arte que emociona, principalmente quando propociona grandes encontros que jamais voltaremos a presenciar, como  os de Freddie Mercury e Pavarotti, e outros…

Freddie Mercury Pavarotti Queen Too Much Love Will Kill You

Imagem

Flávia Bittencourt, Yamandu e Dominguinhos - "Contrato de Separação"

Imagem

Jose Feliciano & Gloria Estefan - Tengo Que Decirte Algo

Imagem

Celine Dion & Luciano Pavarotti - I hate you then I love you

Imagem

Pavarotti & U2 (Bono) Miss Sarajevo (Subtítulos) Grandes encontros!

Imagem

Freddie Mercury and Montserrat Caballe - How can I go on (Legendado em P...

Imagem

AO NORTE DA ÁFRICA O EGITO.

Imagem
 Um oásis no deserto - um pequeno relato da milenar civilização.





O Egito localiza-se no nordeste da África, entre o deserto da Líbia e o Mar Vermelho, é uma das mais antigas civilizações da humanidade. As inundações anuais do Nilo tornaram a região fértil. Politicamente unificada cerca de três milênios a. C. Foi governado por trinta e uma dinastia de Faraós. Suas capitais foram: Tebas, Menfis e Saís. De lá sairam entre 1300 e 1250 a. C. os hebreus, que passaram pela Penísula do Sinai, e foram estabelecer as suas tribus na "Terra Prometida" ou Palestina, no Oriente Médio, margeando o Mar Mediterrâneo, onde conquistaram Jericó.
Na Bíblia o Egito aparece como o povo da Ham, negro irmão de Cush, o Etíope. Talvez mais importante seja a própria autodefinição dos egípcios que na sua língua se denominava Kmt ou Kamet, o que quer dizer "cidade negra" ou "comunidade negra"
Em 1977, surgia evidência arqueológica que confirmou de uma vez por todas a falsidade das teorias…

CAÇADORES E COLETORES.

                        Sociedade dos Caçadores e Coletores.

                                          Observação


Entre caçadore e coletores encontram-se os grupos Igualitários, no sentido de que apresentam pequena diferença de status, prestígios, poder e propriedade entre seus membros. Aí buscou-se também configurar uma maior igualdade entre os sexos, mas apesar de muita polêmica sobre o assunto, percebe-se que não é entre os caçadores-coletores que os gêneros se equivalem em termos de valor simbólico associado às suas atitudes. Como acontece em virtualmente todas as sociedades tradicionais, o homem detém maior poder e suas tarefas são mais valorizadas. A despeito da grande importância do papel feminino em várias instâncias da vida social e econômica - algumas vezes superado a contribuição masculina -, as atividades da caça e da guerra colocaram decisivamente o poder na mãos dos homens entre os caçadores-coletores.

DISCIPLINA - HISTÓRIA ANTIGA

                                      EMENTA
A pré-história: fases evolutivas dos hominídios. O processo de humanização através do trabalho e da produção. Origem das classes e formação dos primeiros Estados do Oriente próximo. As comunidades primitivas. Da revolução agrícola no período neolítico a revolução urbana e suas consequências. As sociedades egípcias, mesopotâmica, fenícia, hebraica e persa, a contribuição que nos legaram para a construção de nossa consciência histórica
                                  OBJETIVOS
- Identificar na pré-história as fases dos hominídios; - Compreender o processo de humanização do trabalho e da produção; - Refletir sobre o impacto da revolução agrícola no período Neolítico, a revolução urbana e as consequêcias de ambas; - Discutir a origem das diferenciações socias, bem como a formação dos primeiros Estados na região do Oriente Próximo. - Propocionar aos alunos um conhecimento básico sobre a Antiguidade Clássica ( Grécia e Roma) e sua importância para con…

CAÇADORES E COLETORES.

Imagem
   Obeservando os !Kung.






Os !Kung vivem no norte do deserto de Kalahari ( fronteira entre Botswana e Namíbia) há no minimo 10 mil anos, com um sistema de vida inalterado há milênios, Rochard B. Lee estudou um grupo isolado do !Kung, numa área com 9 pontos de água habitada por cerca de 450 pessoas.
Os relatos das obeservações são surpreendentes e mostram sociedades muito mais sofisticada do que se imaginava. Durante a estação úmida de verão, de outubro a maio, pequenos grupos de trinta pessoas, cerca de seis famílias, constroem seus acampamentos temporários junto aos bosques e se locomovem a cada três ou quatro semanas. Sua mobilidade, no dizer de Richard Lee, não é decorrente de qualquer ato de desespero, mas de simples conveniência: quanto mais permanecem num único local, maior será o percurso diário para coletar alimentos.
Nada é acidental: trinta pessoas é considerado um número ideal, nem tão pequeno que tire a  capacidade defensiva e de captação de alimentos, nem tão grande que impeça…

Museu de Picos será reestruturado para receber acervo arqueológico - Geral - Piauí - 180graus

Niede Guidon - Obra Revelada

Imagem

SEMANA DOS OBJETOS DE ARTE.

Imagem
    O Amor faz passar o tempo  ( c. 1819)


O lindo relógio de mesa cuja imagem mostramos é uma alegoria ao tempo que passa mais rápido quando estamos apaixonado. Cúpido rema o barco onde navega o tempo. Fabricado na Fábrica de Porcelana Nast. em Paris, foi batizado de L'amor fait passer le temps.
Acervo - Victoria and Albert Museum, Londres


O Buquê  ( 1851)
A porcelana biscuit foi sempre cobiçada, admirada por sua delicadeza e por permitir a criação de peças lindíssimas, que podem permanecer brancas ou receber cores.
Na Rússia  Imperial, o amor pela porcelana entusiasmou tanto quanto na Europa Ocidental, o objeto que mostramos é uma  das maravilhas guardadas no museu da fábrica imperial da porcelana e é de inspiração inglesa.
Acervo : Museu Hermitage, São Petersburgo.


Pigmaleão e Galateia  ( 1764 / 1773)
Pigmaleão e Galateia, em porcelana biscuit, representa o momento em que Galateia desperta: cúpido observa a cena, fabricada pela Manufatura  Real de Sérves.
"Na metamorfose", Ovíd…

Lisa Stansfield ~ Change ~ HD - Tudo Arte!!

Imagem

SEMANA DOS OBJETOS DE ARTE.

Imagem
            OURIVESARIA - CIBÓRIO DO MESTRE ALPIS ( c. 1200)

Uma das mais célebres criações dos esmaltadores de uma  histórica região da França - Limoges. Técnica e estilo comprovam que esse Cibório, uma das obras dos anos 1200, é uma peça exemplar une o início da arte gótica aos vertígios da arte romana.
Fonte : Museu do Louvre


Jarra  " a Reticello" ( século XVI) Por ser um processo complicado e muito elaborado, levou uns dez anos  e a colaboração de outros vidreiros da ilha para que o "Vetro a Reticello", isto é, vidro parecendo renda muito fina fosse aperfeiçoado, passou então a ser objeto dos desejos dos ricos que podiam enfeitar suas mesas com peças que pareciam teias rendadas.
Acervo: Museu do vidro - Veneza.
Ourivesaria - Copo (meados século XVII)
Essa peça consta tendo sido ofertada pela rainha Ana de Áustria, mulher de Luís XIII e mãe ( e regente) de Luís XIV ( 1601 - 1666) a uma de suas damas de companhia. É uma das raras peças que sobraram da baixela real em our…

RESUMO DO TRABALHO

A ARTE DE VIAJAR

Segundo Alain de Botton (Filósofo), as viagens estão entre as atividades que melhor revelam a dinâmica da nossa busca pela felicidade com todos os paradoxos que essa procura traz, como conjugar a vida de uma região para a outra com questões práticas,  familiares, de trabalho, e financeiras.  O autor acredita que mais importante que saber o que ver numa viagem é saber por que ver. Apartir desse conceito, conta como as viagens, a literatura e as artes plásticas se influenciam entre si. Assim um passeio pode levar à redação de uma obra-prima ou resultar numa pintura inesquecível, que leva milhares de pessoas a fazerem a  mesma jornada, mas com diferente olhar. Essa temática - que  inculi assuntos como expectativas, locais diferentes, exotismo, curiosidade, relação entre campo e cidade, a procura pelo sublime, elos com as artes visuais, e ideias de beleza e quebra de hábitos. Não se trata de apenas migrar entre países ou entre regiões de uma mesma nação. Trata-se de um exer…

O PRAZER DE VIAJAR!

Imagem
Viajar é sentir a vida em vários contextos, percorrem-se rotas, novos horizontes se desdobram. Novos lugares, novas gentes, novos sabores, crenças e culturas. Desprendendo-nos das nossas exactidões e acolhemo-nos noutras realidades. Sentir os locais por onde passamos como se fossem  nossos e ali tivéssemos vivido sempre, é um conhecimento que captamos de imediato. São referencias que conquistamos e que nos apuram os sentidos e ampliamos a mente. São benefícios que colhemos, desafios que experitamos, sentimentos que se expandem, passamos a ver a vida de outra maneira, a nossa visão das coisas amplia-se porque à vemos numa ordem diferente e global. Recolhemo-nos noutras realidades, alegramos a alma e fortalecemos o espírito. Tudo em nós readquire novos expectativas e a dimensão da vida toma novas proporções
A Felicidade é o caminho...
Conhecer Mértola...
Situada no "Baixo Alentejo" distrito de Beja, e atravessada de norte a sul pelo Rio Guadiana, Mértola é um museu ao ar livre com vário…

O Poder da Arte 1 - Caravaggio - (BBC) - Parte 1

Imagem