Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2012

MESTRADO EM ARQUEOLOGIA 2012.2

Arqueologia   UFPE

Seleção 2012.2
Seleção 2012
Nível mestrado | início 2003
Nível doutorado | início 2003
Conceito Capes [2010]: 4 [m | d]
Área de concentração: Arqueologia e Conservação do Patrimônio Cultural no Norte e Nordeste


Linhas de pesquisa: Conservação do Patrimônio Cultural ; Enclaves Regionais da Pré-história; Registros Gráficos Rupestres da Pré-história do Nordeste


Endereço: Centro de Filosofia e Ciências Humanas - 10º andar Departamento de Arqueologia, Cidade Universitária 50670-901 Recife - PE


Telefones: [81] 2126-7364/7363
Fax [81] 2126-7364
E-mails: pparq@terra.com.brEste endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo. , ppgarq@ufpe.brEste endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.
Página:www.ufpe.br/ppgarqueologia






UFPI abre inscrições para o mestrado em Arqueologia
A Universidade Federal do Piauí torna pública a abertura de inscrições para pre…
Imagem
Info Nu mais antigo das Américas Gravura em pedra descoberta em Minas Gerais promete mudanças nas teorias sobre a arte rupestre no Brasil.

Reprodução do desenho talhado em pedra datado de no mínimo 9.400 anos e no máximo 10.400 anos encontrado no sítio arqueológico Lapa do Santo, em Matozinhos, Minas Gerais.
Arqueólogos limpam a gravura mais antiga das Américas já encontrada. (foto acervo LEEH)

Link do Ciência Hoje. (ao lado)

CIVILIZAÇÕES ASTECAS E INCAS

Imagem
Civilização  Astecas








A última civilização a se desenvolver antes da chegada dos colonizadores, foi a civilização Asteca, entre os meados dos séc. XIV e XVI. Contribuíram para a arquitetura do ponto de vista urbanístico, criando a cidade de Tenochtitlán (atual Cidade do México), situada próxima a ilha do lago Texcoco, de forma bem organizada. Os astecas ergueram grandes pirâmides, templos e luxuosos palácios. Eram também politeístas como os Maias, e também acreditavam no ritual de sacrifícios humanos para deixar os deuses mais tranquilos.
Baseada em uma forte tradição militarista os Astecas possuíam uma organização social vinculada pela posição política e econômica reservada a cada um dos seus membros. O Estado era chefiado por um imperador que contava com o apoio de funcionários na administração das terras e construção do império.
Na hierarquia social estavam os nobres, sacerdotes e os militares, em seguida estavam comerciantes e artesões, admirados por dominar complexas técnicas,…

CENTRO DE HISTÓRIA DA ARTE E ARQUEOLOGIA

Chamada de artigosA Revista de História da Arte e Arqueologia receberá até o dia 01 de junho de 2012 propostas de artigos, referências, documentos, resenhas e informes para a publicação de seu número RHAA 18.
As propostas devem ser encaminhadas para o e-mail: rhaaunicamp@gmail.com
normas de publicação

http://.unicamp.br/chaa/rhaa
rhaaunicamp@gmail.com

ASSIM SE FAZ UMA HISTÓRIA.

Imagem
      CASARÕES DA PRAÇA BONA PRIMO - CAMPO MAIOR - PI.


                        SERRA GRANDE - CAMPO MAIOR - PI.          


 Ao se propor conserva ou restaurar algum Bem Cultural, entende-se que ele é digno de permanência por seu Valor Cultural, ou seja, como um elemento que, de alguma forma, representa a nossa cultura, o nosso pensamento, ou mesmo, os nossos sentimentos, porque ele é produto da ação e da produção material e imaterial do homem.  Os bens culturais formam aquilo que chamamos de patrimônio histórico e artístico, ou mais precisamente, constituem o nosso Patrimônio Cultural, expressão abrangente e como encampa os demais.
Preservar o patrimônio cultural é algo de enorme importância para o crescimento social e cultural de um povo, pois retêm todo um conjunto de informações.  Os  casarões que ficam nas proximidades da Catedral de Santo Antônio, são resindências que fazem parte do acervo arquitetônico do município, temos exemplos de algumas que passaram por transformações sem se da…
Imagem
A mais antiga forma de arte mural descoberta em FrançaArqueólogos encontram pinturas em Abri Castanet2012-05-17 Imagens encontradas na caverna de Abri Castanet. (Wikipédia) Uma equipa de investigadores norte-americana acredita que algumas das primeiras formas de arte registradas até hoje foram agora encontradas em Abri Castanet, um local arqueológico no sudoeste da França.

O grupo de especialistas encontrou um bloco maciço de pedra calcária, de 1,5 toneladas e defendem que se trata da primeira forma de arte mural conhecida, feita há 37 mil anos.

A obra adornava o interior de uma caverna, um possível refúgio para caçadores. A suposição é feita pelo professor de antropologia da Universidade de Nova Iorque, Randall White, principal autor do artigo publicado nos Annals of the Academy of Sciences.

As imagens são de pinturas de cavalos ou desenhos de partes do corpo humano. O trabalho é menos sofisticado que as pinturas de animais encontradas na gruta de Chauvet, também França, de difícil acesso…

PRESERVANDO NOSSA HISTÓRIA.

Imagem
CATEDRAL DE SANTO ANTÔNIO - CAMPO MAIOR - PI

A História nos diz muitas coisas. Quem somos, quem fomos e o que seremos. Nos mostra como construímos o mundo! Como o transformamos! E como o vemos, através das nossas ações, nossas ideias, nossos pensamentos. Nosso modo de viver. A História conta como vivemos nossas vidas. De onde viemos e para onde vamos. O que fizemos e o que fazemos de nossas vidas. O que faremos de toda à vida! A História é um organismo vivo inerente ao ser humano. Faz parte de nós. Vivem em nós. E cabe a nós não esquecê-la ou ignorá-la. Devemos honrá-la! Cervantes já dizia que “a história é êmula do tempo, repositório dos fatos, testemunha do passado, exemplo do presente, advertência do futuro.” Devemos então visitar o passado, aprendendo com os erros e se dignificando com os acertos, para que hoje, no presente, possamos construir um mundo melhor para uma vida melhor. Somente assim, poderemos nos orgulhar da História que será escrita no futuro!

A LUTA DE U…

RECOMENDO PRA QUEM AINDA NÃO LEU.

Imagem
Ninguém em sã consciência iria jamais imaginar que dois livros de história do Brasil e de Portugal, escritos por um jornalista paranaense, iriam se tornar fenômenos literários sem paralelo na história editorial dos dois países.

Laurentino Gomes conseguiu transformar o livro “1808” (sobre o antes, durante e depois da mudança da família real portuguesa para o Brasil), e sua sequência “1822” (sobre como o Brasil de Dom Pedro I se tornou independente, e aos trancos e barrancos, se “encontrou” como nação), em dois estouros de vendas, tanto no Brasil quanto em Portugal.

O grande charme do livro é contar a história dentro da técnica jornalística, o que faz com que a leitura se torne atraente e intensa, como um filme que “passa” em sua imaginação.

Para quem busca compreender o Brasil de agora, no Brasil de quase 200 anos atrás, ambos os livros fornecem todas as pistas para entender mitos e fantasias a respeito de nossa saga tupiniquim, nosso brilho e nossa tragédia, tudo como num …
Imagem
A civilização amazônica desconhecida


—-
—-
A lenda de cidades perdidas na Amazônia atraiu legiões de exploradores e aventureiros à morte na maior floresta tropical do mundo: haveria um antigo império de cidadelas e tesouros ocultos nas profundezas da selva amazônica? Conquistadores espanhóis se aventuraram na floresta buscando fortuna e foram seguidos ao longo dos séculos por outros, convencidos de que descobririam uma civilização perdida tão importante quanto a Asteca e a Inca. Alguns chamaram este local imaginário de El Dorado, outros, de Cidade de Z.
Mas a selva os engoliu e nada foi encontrado. Passou-se a imaginar que era um mito. A Amazônia era inóspita demais, diziam estudiosos do século XX, para permitir grandes assentamentos humanos. Mas quem sonhava estava certo. Novas imagens de satélite e outras feitas de avião, revelaram mais de 200 enormes construções geométricas escavadas na Bacia Amazônica Superior, perto da fronteira do Brasil com a Bolívia.
Espalhados por 2…

DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM ARQUEOLOGIA

                                                          A PROCURA DE LIVROS

Estou precisando comprar os seguintes livros;

TRIGGER: História do Pensamento Arqueológico
RENFREW E BAHN: Arqueologia, Teoria, metodos y Prática.
PROBUS: Arqueologia Brasileira.
BORNAL, Wagner Gomes, Sítio Histórico São Francisco 01 - Contribuição à Arqueologia Histórica

Qualquer informações, email do blog.

Att
Alaila Resende

FELICIDADES AS TODAS AS MÃES!

Imagem
Mãe é amor sem fronteiras...é instintos aflorado...é viver intensamente o amor ncondicional!

                                                                FELIZ DIA DAS MÃES!

TODOS OS CAMINHOS LEVAM A CAMPO MAIOR...

Imagem
Assim como no Nordeste no Piauí  (Brasil)  ou ao Norte de Alentejo (Portugal), todos os caminhos levam a uma Campo Maior, cada uma com suas  particularidades.

CAMPO MAIOR - PIAUÍ.
É um município que oferece o turismo rural, religioso, cultural, eco-turismo e de lazer. A natureza bondosa, deu todas as condições a essa terra e aos seus filhos. É uma cidade de fundamental importância histórica para o Piauí, aqui aconteceu umas das batalhas  pela independência do Brasil, a Batalha do Jenipapo.
Conhecida também pela sua famosa carne de sol e suas iguarias tipicas da região, que são servidas com muito orgulho e bem apreciada por seus filhos, nos festejos juninos que ocorrem nas primeiras semana de junho, comemorando o dia de Santo Antônio.
População de 46,068 habitantes.
Clima tropical.

CAMPO MAIOR - PORTUGAL.
No Norte de Alentejo, existe uma Campo Maior florida e muito alegre como a nossa aqui no Pi, os campomaiorenses de lá entretém o tempo com suas flores de papel, desafiando o passar das horas…
Imagem
Comemorando seus 194 anos de fundação, o Museu Nacional convida seu público para aproveitar o evento "Ciência, História e Cultura na Quinta da Boa Vista". Com uma programação variada para adultos e crianças o evento acontecerá nos dois primeiros finais de semana de maio, dias 4, 5, 6 e 11, 12 e 13, de 10 às 16h. Confira a programação!
A entrada no Museu Nacional custa R$ 3,00, sendo que, crianças de até cinco anos e maiores de 60 não pagam.

IV ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ARTE RUPESTRE - ABAR

Imagem
A Associação Brasileira de Arte Rupestre realizará seu quarto encontro na cidade de Salvador Ba, entre os dias 30 e 31 de agosto  de 2012. Evento aberto aos seus membros associados e a todos os pesquisadores, professores e estudantes interessados. Com o tema "Atualidade dos estudos rupestres" vai ser abordado 3 linhas temáticas que dizem respeitoàs novas novas concepções sobre os grafismo rupestres, as questões de caráter metodológico e, por último, a gestão do patrimônio arqueológico de pinturas e gravuras rupestres.
Dos 3 temas, dentre os quais serão apresentados, palestras, mesas redondas.

Sub-temas;

1 - Relação idéia-imagem na formulação de linguagens gráficas rupestres.
2 - Pontos referências e novas tecnologias no registro e na conservação de sítios arqueológicos com grafismo rupestres.
3 - Experiências e pespectivas na gestão do patrimônio rupestres.

Das inscrições;

As inscrições serão aceitas mediantes pagamento na conta da ABAR.
Banco do Brasil - Salvador.
Agencia - 4278-1
C…