O Moderno


                                    Museu de arte contemporânea - Niterói - RJ

Muitas pessoas, quando iniciam estudos nas artes, tendem a confundir os significados das palavras moderno, modernidade e modernismo. Visto que comumunte não são possíveis de definições fixas, estando sempre sujeitas a modificações e alterações. Mas os significados destas nomenclaturas são realmente diferentes.

Moderno é o tema usado para inidicar algo que é contemporâneo à época da produção.
Empregado inicialmente na modernidade ( idade moderna), esse termo foi muito utilizado para iniciar o modernismo ( a maneira modernista) e ultrapassou os limites de seu tempo, sendo ainda hoje bastante comum ( na nossa contemporaneidade). Isso porque considera-se como moderno que se oponha ao antigo.

A perspectiva moderna começou a se desenvolver quando o conhecimento e a arte se entrelaçaram com o conhecimento científico. Ou seja, algumas obras do período moderno e outras do período contemporâneo podem ser julgadas como modernas, pelo simples fato de simbolizarem o que é possível determinar algumas outras obras feitas nestes mesmos períodos como não-modernas, por serem retrógradas.

Como entendimento de moderno, tem-se a assimilação de trabalhos que conteham uma nova abordagem, com rompimento de padrões e regras artísticas. Isto é, o abandono de uma arte acadêmica, rumo a novas visões, mais abstratas e menos figurativas. Assim sendo, pode-se resumir o moderno como a representação de "uma atitude específica para com o presente"

Bibliografia:
ARGAN, Giulio Carlo. São Paulo: Companhia das Letras, 1992
STANGOS, Nikos, Conceitos da Arte Moderna, Rio de Janeiro: Jorge Zahar 2000





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Iluminismo: causas e características

Raça e Progresso - Franz Boas

Arte e Romantismo na Revolução Industrial