FATO HISTÓRICO.

                                              UMA SENHORA DE RESPEITO.

Biblioteca  pública da Bahia completa 200 anos.
A Biblioteca  pública do estado da Bahia, primeira instituição do  gênero na América Latina, foi criada no aniversário de D. João VI, no dia 13 de maio. Apesar da idade avançada, ela reuniu forças para assoprar 200 velhinhas. No dia haverá debates, apresentação artisticas e uma conferência do diretor da Biblioteca Nacional de Brasila  será inaugurada uma exposição de parte do acervo raro.

A Biblioteca tem uma vida cultural muito intensa, tem cinemateca, um teatro, e sempre organiza exposições, conta Luiz Mott, Antropólogo da Universidade Federal da Bahia ( UFBA). Os preparativos foram iniciados no ano passado, quando a Biblioteca começou a abrir as portas todos os dias e passou por uma modernização

Quem vê o prédio construído nos anos 1970 no Bairro dos Barris, em Salvador, nem imgina que a instituição já esteve em outras duas sedes, que pegaram fogo.
Quase todo o acervo se perdeu. Mas acho que o mais interessante na História da Biblioteca foi sua criação. Tudo aconteceu por vontade da população, que enviou um pedido ao Rei, conta Kátia de Carvalho, professora e historiadora do Instituto de Ciência da Informação da UFBA.
Dali em diante, os encontros de leitura deixaram de ser apenas em locais como mosteiros e conventos.

Fonte de informação;
Revista de História da Biblioteca Nacional.
http://www.revistadehistoria.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Iluminismo: causas e características

Raça e Progresso - Franz Boas

Arte e Romantismo na Revolução Industrial