MUSEUS DA PENÍNSULA IBÉRICA

          Os 10 sítios mais importante da Arqueologia Ibérica. 



1- Mérida, cidade romana, Extremadura, Espanha.
2- Arte paleeolítica de Foz Côa, Douro, Porugal.
3- Altapuerta, Burgos, Espanha.
4- Leceia, povoado Calcolítico, Estremadura, Portugal.
5- Mértola, aldeia-museu, Guardina, Portugal.
6- Castro de Briteiros, Portugal.
7- Conímbriga, cidade romana, Portugal.
8- Cromeleque de Almendres e Anta da Zumbujeiras, Alentejo, Portugal.
9- Grutas de Altamira e sua Arte Rupestre, Espanha.
10- Museu de Sevilha e Ruínas de Itálica, Andaluzia, Espanha.







O Teatro Romano de Mérida.

Mérida, cidade romana, fundada em 25a.n.E., Emerita Augusta foi durante a ocupação romana uma das mais importantes cidades da Península ibéria, capital da Lusitânia. Possui espetaculares testemunhos desse passado, tais como o Teatro e o Anfiteatro Romano. O museu de Arte Romana é um dos mais importantes da gênero. A cidade possuiu mais monumentos romanos que qualquer outra na Península ibérica.

Quando na fundação o imperador romano Augusto quiz premiar seus legionários veteranos (emeriti) das legiões V Aluadae e x Gemina. A fundação recebeu o nome de  Emerita Augusta e servia para proteger a importante parte sobre o Rio Guadiana - ponte que ainda hoje se encontra  ao serviço da população.

Templo de Diana em Évora

Escavações mais recentes, nomeadamente as orientadas por Theodor Hauschild, revelaram que o Templo seria rodeado por pórtico monumental e um espelho de água em forma de U, e inserido num recinto delimitado por muralha ou paredes.
Como a zona do espelho de água ainda está relativamente bem preservada, apesar de estar coberta, porque não coloca-la a descoberto, pois iria valorizar ainda mais o monumento.
Localizado na parte mais elevada da cidade no Largo Conde de Vila Flor, no centro histórico de Évora que está classificado como Património Mundial pela UNESCO desde 1986, encontra-se rodeado por vários edifícios notáveis: Sé de Évora, pelo Tribunal da Inquisição, pela Igreja e Convento dos Lóios, pela Biblioteca Pública e pelo Museu Municipal.
O Templo de Diana é um dos mais famosos monumentos de Évora e um símbolo da presença romana em território português.


                                                               
Patrimônio Mundial.

No dia 8/12/1993 foi celebrada em Cartagena dos Ìndios a XVII Assembléia da Lista de Património Mundial onde, por unanimidade, foi aprovada a candidatura apresentada por Mérida. Anteriormente, a cidade contava com vinte monumenteos nacionais e alguns em espera de obtê-lo; e por Decreto de 8/ 02 1973, nas vêsperas de comemorar seu bi milênio, Mérida foi declarada "Conjunto Histórico-Arqueológico", a única cidade que ostenta essa denominação na Espanha.

 Disciplina; Museus Arqueológicos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Iluminismo: causas e características

Arte e Romantismo na Revolução Industrial

Raça e Progresso - Franz Boas