COMO ESTUDAR HISTÓRIA?

O nível de sofisticação dos vestibulares tem exigido dos professores e alunos um esforço tal, que tem deixado preocupados até mesmo alunos que aspiram a carreiras de área de humanidades. Estar registrado aqui algumas reflexões resultante da sala de aula.

PROBLEMAS COMUNS:
Quem encontra barreiras no estudo de História- e se preocupa em superá-las - deve, antes de tudo, localizar os problemas que apresentam. A partir daí, há que procurar identificar as origens deles.
Os problemas mais comuns são:
O MISTÉRIO = "Eu não consigo entender História"
A REJEIÇÃO = "Ee não gosto de História"
O TEMPO      = "Demora muito pra estudar"
A FIXAÇÂO   = "Eu até entendo, mas logo esqueço tudo"
A REDAÇÂO= "Eu estudo e entendo, mas na hora de responder às questões, eu não consigo"

ORIGEM DO PROBLEMA:
Assim como os problemas apontados se sobrepõem, sua origens costumam estar com frequências associadas. Podemos assinalar quatro aspecto, bagagem escolar deficiente, vocabulário limitado, vicíos de análise e preconceitos.

SOLUÇÕES POSSÍVEIS:
Se um determinado assunto ou período é ponto fraco no seu conhecimento, faça de conta que ele foi proposto para tema da prova de redação. Após ter tido as aulas; ter feito as leituras e preparado os fichamentos, você não é capaz de redigir vinte linhas sobre a quetão? nunca faça cópias de livros: é antipedagógico. Se está difícil  fichar os dados, analise os seguinte pontos:

O FATO : O que aconteceu?
A SITUAÇÃO: Onde e quando ocorreu o fato? ele é caráter econômico ou politico?
OS PERSONAGENS : Quem fez? quem se opôs? atenção: o que interessa são os personagens coletivos: clase sociais, partidos políticos, igrejas, militares etc
AS CAUSAS: Por que aconteceu tal fato?
AS CONSEQUÊNCIAS: O que houve depois direta ou indiretamente relacionado ao fato?
A CRÍTICA: O que penso disso? não poderia ter sido de outra forma?
Embora em História não exista se, levantar hipóteses por vezes ajuda a compreender pontos obscuros. Desconfie! será que o fato histórico está bem contado?
O desenvolvimento do tirocínio histórico pode ajudar a compreender melhor o tempo em que se vive. Quando agente quebra as resistências, a Historia começa a aguçar a nossa curiosidade.

Relatório sala de aula, 12/03/2011
"O saber histórico na sala de aula"

Grupo Nefertiti


NEFERTITI

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Iluminismo: causas e características

Arte e Romantismo na Revolução Industrial

Raça e Progresso - Franz Boas