A HISTÓRIA DO BRASIL NAS RUAS DE PARIS.

Na terça-feira, 22 de maio de 1877, alguém bateu à porta do apartamento de Victor Hugo, em Paris, sem ter sido anunciado. O consagrado escritor abriu a porta , e se espantou: um senhor alto, de barbas brancas, vestindo casaca e cartola o encarava. Era o imperador Pedro II do Brasil, em sua segunda viagem internacional. Surpreso com a visita inesperada, Hugo, um feroz republicano, convidou o monarca a entrar. Na sala, os dois travaram uma conversa franca e amigável, entre leitor e escritor, que selaria a amizade entre aqueles dois homens de universos tão distantes.


Este episódio e muitos outros fazem parte do livro A História do Brasil nas Ruas de Paris (480 páginas), lançado nesta quarta-feira pela editora LeYa/Casa da Palavra. Escrito pelo jornalista, Maurício Torres Assumpção, o livro narra a saga dos brasileiros que deixaram o seu legado em Paris – seja um legado concreto, literalmente, como o de Oscar Niemeyer; ou contribuições para o desenvolvimento da ciência e tecnologia, como o fizeram D. Pedro II e Alberto Santos-Dumont. Ou, ainda, uma melodia no coração dos parisienses, cortesia de Heitor Villa-Lobos. Celebrada em placas, monumentos e nomes de ruas, espalhados por toda a cidade, esta presença brasileira é revelada pelo livro em toda a sua dimensão humana
.





“Quando cheguei em Paris, em 2008, fui morar na Place du Colonel Fabien, onde está a sede do Partido Comunista Francês projetada por Niemeyer”, conta o autor. “Depois, encontrei, por acaso, a Capela da Humanidade fundada pelo positivista brasileiro Raimundo Teixeira Mendes, no sofisticado bairro do Marais. Aos poucos me dei conta de que havia um imenso legado brasileiro em Paris, que poderia render um guia de curiosidades para os turistas brasileiros. Mal sabia eu que o modesto guia tomaria três anos da minha vida, transformando-se num livro de história de 500 páginas!”






De D. Pedro I a Oscar Niemeyer, passando por D. Pedro II, Santos Dumont, os positivistas, Villa-Lobos e Lúcio Costa, o livro A História do Brasil nas Ruas de Paris escrito pelo jornalista Maurício Torres Assumpção  será lançado na próxima quarta, dia 10 de setembro, na Livraria da Travessa. A História do Brasil na ruas de Paris narra as histórias vividas por grandes personagens brasileiros em um dos cenários mais icônicos da vida moderna: as ruas de Paris. Segundo Assumpção, se o leitor já conhece Paris, poderá redescobri-la sob um ângulo completamente novo: o legado brasileiro nas ruas da cidade. Se nunca esteve na França, o livro a levará numa viagem virtual, acompanhada pelos mais destacados personagens da história do Brasil. 











"Com o relato sobre Lucio Costa e Niemeyer, descobrimos o legado de nossa arquitetura modernista em Paris. O livro narra a história da Maison du Brésil, casa dos estudantes brasileiros na Cidade Universitária, projetada originalmente por Lucio Costa  e entregue ao amigo Le Corbusier para o desenvolvimento do projeto. Posteriormente, diante das modificações feitas por Corbusier, Lucio Costa acabou abrindo mão da autoria do prédio.O livro surpreende não apenas pelo recorte e pelas deliciosas histórias, mas também pela extensa pesquisa feita pelo autor. Ao final de cada capítulo, Mauricio Torres lista os pontos frequentados pelos personagens em Paris, indicando endereço e como chegar. 


A História do Brasil nas Ruas de Paris. 480 páginas, editora LeYa/Casa da Palavra.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Iluminismo: causas e características

Arte e Romantismo na Revolução Industrial

Raça e Progresso - Franz Boas