O CAFÉ E AS ARTES NO BRASIL.



O PRÉDIO DO MUSEU DO CAFÉ.

O Café chegou ao  norte do Brasil, mais precisamente em Belém, em 1727, trazido da Guiana Francesa para o Brasil pelo Sargento-Mor Francisco de Mello Palheta a pedido do governador do Maranhão e Grão-Pará, que o enviara às Guianas com essa intenção. Já naquela época o café possuía grande valor comercial.

Por quase um século o café foi grande riqueza brasileira, e as divisas geradas pela economia cafeeira aceleraram o desenvolvimento do Brasil e o inseriram nas relações internacionais de comercio, ocupou vales e montanhas, possibilitando o surgimento de cidades, é importantes centros urbanos por todo os estado de São Paulo, Sul de Minas Gerais e Norte do Paraná.

Ferrovias foram construídas para permitir o escoamento da produção, a riqueza fluía pelos cafezais, evidênciada nas elegantes mansões dos fazendeiros, que traziam a cultura europeia aos teatros erguidos nas mais novas cidades do interior paulista.
Durante 10 décadas o Brasil cresceu, movido pelo hábito do cafezinho, servido nas refeições de meio mundo, interiorizando nossa cultura, construindo fábricas, promovendo a miscigenação racial, dominando partidos politícos, derrubando monarquia e abolindo escravidão.



BENEDITO CALIXTO (1853 - 1927)

Considerado um dos maiores expoentes da pintura brasileira do ínicio do século XX, Benedito Calixto nasceu em 14 de outubro de 1853 no município de  Itanhaém, SP.
De talento nato, autodidata, começa  seus primeiros esboços ainda criança.
Durante sua trajetória produziu aproximadamente 700 obras, das quais 500 são catalogadas. Pintou marinhas, retratos, paisagens urbanas e religiosas, que lhe renderam a comenda de São Silvestre, ortogada pelo papa Pio XI, em 1924.
Além da pintura se revelou como historiador, escritor e fotógrafo.



Pinacoteca Benedito Calixto, construído em 1900 matém exposições permanente de obras de Benedito Calixto.



                                                        Barco porto de Santos ( 1905)



                                                        Rampa porto de Santos (1900)

                
                                                         Porto de Santos ( 1900)



                        
                                                        Vitral de Benedito Calixto
                                                     

Fonte de Pesquisa; Net






































Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Iluminismo: causas e características

Arte e Romantismo na Revolução Industrial

Raça e Progresso - Franz Boas